SOBRE O DESENVOLVIMENTO LOCAL INSPIRADO NA FELICIDADE SOCIAL

A ONU, com o apoio de diversos intelectuais reconhecidos mundialmente, recriou o conceito de Felicidade Interna Bruta - FIB para ser aplicado como forma de medir o desenvolvimento de comunidades. Uma equipe elaborou um questionário que examina bem-estar psicológico, acesso à cultura, proteção do meio ambiente, governança, saúde, educação e vitalidade da comunidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

A Felicidade Interna Bruta (FIB) foi dividida em nove dimensões:

1 -Bem-estar psicológico: Mede o otimismo que cada cidadão tem em relação 
a sua vida. É feita uma análise da autoestima, nível de stress e espiritualidade.

2- Saúde: Analisa as medidas de saúde implantadas pelo governo, exercícios físicos, nutrição e autoavaliação da saúde.

3- Uso do tempo: Inclui questões como o tempo que o cidadão perde no trânsito, divisão das horas entre o trabalho, atividades de lazer e educacionais.

4- Vitalidade comunitária: Entra na questão do relacionamento e das interações entre as comunidades. Analisa a segurança dentro da comunidade, assim como sensação de pertencimento e ações de voluntariado.

5- Educação: Sonda itens como participação na educação informal e formal, valores educacionais, educação no que se refere ao meio ambiente e competências.

6- Cultura: Faz uma análise de tradições culturais locais, festejos tradicionais, ações culturais, desenvolvimento de capacidades artísticas e discriminação de raça, cor, ou gênero.

7- Meio ambiente: Relação entre os cidadãos e os meios naturais como solo, ar e água. Estuda a acessibilidade para áreas verdes, sistemas para coletar o lixo e biodiversidades da comunidade.

8- Governança: Estuda a maneira da relação entre a população e a mídia, poder judiciário, sistemas de eleições e segurança.

9- Padrão de vida: Análise da renda familiar e individual, seguridade nas finanças, dívidas e qualidade habitacional.